Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte


Portaria define detalhes para eleição da chefia do departamento de Engenharia Química em 12/6

O vice-diretor em exercício da diretoria, professor Reinaldo Giudici, divulgou hoje a Portaria 2323/2018, que dispõe sobre a eleição para a Chefia e Vice-Chefia do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

 Acesse aqui a Portaria 2323/2018.

 



 

Divulgada a lista de candidatos inscritos para eleição de representantes dos funcionários em 15/5

A relação dos candidatos inscritos para a Eleição de Representantes dos Servidores Técnicos e Administrativos junto à Congregação desta Escola, que será realizada no dia 15.05.2018, das 9h às 16h, por meio de sistema eletrônico de votação e totalização de votos, podendo em caráter excepcional, ser utilizado o sistema de votação convencional, de acordo com as regras dos artigos 5º e 6º da Portaria DIR-2.292/2018  

Candidatos Inscritos em ordem alfabética.

NOME

DEPTO

 

Alexandre Rodrigues de Oliveira

PQI

 
 

Ana Carolina de Barros Silva

Seção de Compras

 
 

Antonio Luis Madeiro

PRO

 
 

José Cicero Pereira

Serviço de Manutenção e Obras

 
 

Nilton Araujo do Carmo

PCS

 
 

Oziel Ferreira de Albuquerque

Serviços Gerais

 
 

Competências ligadas à liderança são tema de evento na Poli-USP

Escola Politécnica e Universidade da Flórida realizarão quatro encontros abordando empreendedorismo, inovação, ética e inteligência emocional

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e a Universidade da Flórida (UFL) realizarão, de 7 a 10 de maio de 2018, um evento voltado a explorar as competências ligadas à liderança, como ética, inteligência emocional, inovação e empreendedorismo. Os assuntos são essenciais para o desenvolvimento da carreira do engenheiro, defende o idealizador do encontro e docente do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica da Poli-USP, José Antonio Lerosa de Siqueira. O “Meeting USP+UFL on Leadership” será realizado  no prédio da Engenharia Civil da Poli-USP, na sala S-02, das 11h às 12h30.

O objetivo dos organizadores é promover uma troca de ideias e proposições sobre a importância da liderança, como uma competência que pode ser aprendida, e sua relação com os outros temas abordados. Também participam da organização os docentes da UFL Erik Sander e Cláudio Spiquel, este último formando em Engenharia Naval pela Poli-USP.

Siqueira explica que o professor Cláudio Spiguel, que coordena o Leadership Institute e dá aulas sobre empreededorismo na UFL, tem desenvolvido um processo de discussão a respeito dos temas, de modo a fazer o aluno aprender por meio de atividades práticas. “O evento servirá para incentivar um momento de troca entre professores das duas universidades”.

Serviço

“Meeting USP+UFL on Leadership”

Data e horário: de 7 a 10 de maio de 2018, das 11h às 12h30.

Local: Prédio da Engenharia Civil da Escola Politécnica da USP, sala S-02.

Edifício Paula Souza

Av. Prof.Almeida Prado, travessa 2, nº 83 - Cidade Universitária. São Paulo - SP.

O evento conta com o apoio da Liga dos Empreendedores Politécnicos.

Programação disponível no link: http://sites.poli.usp.br/org/informativos/maio2018/MEETINGUSP_UFLONLEADERSHIP.pdf

7/5 LIDERANÇA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
11H PROF. JOSÉ ANTONIO LEROSA DE SIQUEIRA: ABERTURA DO EVENTO
11H10 PROF. CLAUDIO SPIGUEL (UFL) – A EXPERIÊNCIA DA UFL
11H50 PROFA. LISETE BARLACH (USP – INSTITUTO DE PSICOLOGIA) – A EXPERIÊNCIA DA USP
12H30 Q&A COM A PLATEIA
13H ENCERRAMENTO

8/5 LIDERANÇA E ÉTICA
11H PROF. JOÃO CYRO ANDRÉ: ABERTURA
11H10 PROF. CLAUDIO SPIGUEL (UFL) – A EXPERIÊNCIA DA UFL
11H50 PROF. RAÚL GONZALEZ LIMA (USP – EP) – A EXPERIÊNCIA DA USP
12H30 Q&A COM A PLATÉIA
13H ENCERRAMENTO

9/5 LIDERANÇA E INOVAÇÃO
11H PROF. CELSO FURUKAWA: ABERTURA
11H10 PROF. CLAUDIO SPIGUEL (UFL) – A EXPERIÊNCIA DA UFL
11H50 PROF. ANTONIO DOMINGUES DE FIGUEIREDO (USP – EP) – A EXPERIÊNCIA DA USP
12H30 Q&A COM A PLATÉIA
13H ENCERRAMENTO

10/5 LIDERANÇA E EMPREENDEDORISMO
11H PROF. CLAUDIUS BARBOSA (USP-EP) - ABERTURA
11H10 PROF. CLAUDIO SPIGUEL (UFL) – A EXPERIÊNCIA DA UFL
11H50 PROF. JOSÉ A. LEROSA DE SIQUEIRA (USP – EP) – A EXPERIÊNCIA DA USP
12H30 Q&A COM A PLATÉIA
13H ENCERRAMENTO

 

Engenharia à serviço da sociedade: Como a Poli ajudou as autoridades no desabamento em São Paulo

Docente da Poli explica que, devido à atenção aos critérios de segurança, há muito tempo o País não via uma tragédia como esta

O incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, localizado na região do Largo do Paissandu, centro de São Paulo, ocorrido da madrugada de ontem, dia 1º de maio, causou grande repercussão na imprensa local e nacional. A construção possuía 24 andares, e abrigava mais de 200 pessoas, que ali viviam de maneira irregular, sem o aval da prefeitura.

O professor Ruy Marcelo de Oliveira Pauletti, do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica da Escola Politécnica da USP, foi convidado pela Prefeitura de São Paulo, por meio do também docente do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Poli-USP e secretário municipal de serviços e obras, Vitor Aly, a acompanhar a visita técnica feita nos edifícios vizinhos para uma primeira avaliação técnica do perigo iminente de colapso de outras estruturas. O docente, que atua na área de estruturas há mais quase 30 anos, relata que a experiência foi muito marcante. Ele visitou, junto a outros engenheiros, membros da defesa civil e do Departamento de Edificações da Prefeitura, um edifício à frente e outro ao lado do local do desabamento.

O grupo concluiu que não haveria risco iminente de colapso dos edifícios afetados pelo incêndio e desabamento da construção vizinha, entretanto há um risco da queda do material do revestimento. “Por esta razão, o entorno deveria permanecer interditado neste momento”, explica o Pauletti. “As vistas externas de um dos prédios, feitas após a vistoria interna, indicam comprometimento do reboco na fachada posterior do prédio e fissuração destas  paredes. Esse padrão levanta a preocupação com um possível colapso, que deve ser eliminado com urgência, o que pode ser feito rapidamente por meio de escoramento interno. Outra medida preventiva, se não foi feita, seria esvaziar as caixas d água superiores desse prédio”.

O professor Ruy Pauletti explica que a área de engenharia de estruturas tem papel fundamental para garantir a segurança dos habitantes de um prédio. “Seguindo as normas técnicas vigentes, as estruturas são projetadas para permitir que, em caso de incêndio, haja tempo hábil para que todos as pessoas deixem o local. Há muito tempo não ocorrem tragédias deste tipo uma vez que as construções regulares seguem estes critérios estipulados pelas normas brasileiras. A ocupação irregular é um risco para a sociedade por não estarem dentro destes parâmetros”.

Para definir os critérios utilizados nos projetos de construção civil, as normas são baseadas em resultados de estudos de pesquisadores da área, como os docentes Poli-USP e de outras universidades. “O nosso papel na crise é tentar explicar e propor medidas para garantir a segurança e mitigar as consequências”, conclui o docente.

Última atualização em Qua, 02 de Maio de 2018 18:20
 

Poli-USP divulga nomes dos representantes dos ex-alunos eleitos para Congragação

Na última sexta-feira, dia 27 de abril, foi realizada a eleição para representantes dos ex-alunos na Congregação da Escola Politécnica da USP. O representante eleito foi o engenheiro João Ernesto Figueiredo, e o suplente, o engenheiro Gustavo Penhalves Anzai. A eleição foi realizada pelo método convencional, presencialmente, no Serviço de Órgãos Colegiados e Concursos. 
 

Poli-USP realiza curso de difusão sobre Bibliometria em julho de 2018

No dia 23 de julho de 2018, das 8h às 17h, o Departamento de Engenharia de Produção da Poli-USP realiza o curso de difusão “Bibliometria: Teoria e Prática”. Coordenado pela professora Marly Monteiro de Carvalho, o curso é ministrado pelos doutorandos Diego Honorato Clemente e Graziela Darla Araújo Galvão (PPGEP-USP) e voltado a estudantes de graduação e pós-graduação de quaisquer áreas do conhecimento que tenham interesse sobre o método bibliométrico.

A bibliometria tem sido uma técnica bastante difundida para realização da pesquisa acadêmica e com um grande potencial de publicação de seus resultados em periódicos de alto impacto. É útil na formação desde alunos de graduação, na fase de monografia, até mestrado e doutorado.

O objetivo do curso é difundir os conhecimentos sobre a aplicação do método bibliométrico, sendo utilizados em aula os softwares VosViewer e Ucinet. Além de uma introdução teórica sobre a bibliometria, o curso enfatiza a prática através das etapas para realizar uma análise bibliométrica: (i) processo de amostragem e busca nas bases científicas, (ii) extração de dados e arquivamento e (iii) análises descritivas e de redes sociais. Ao final do curso, o participante estará apto a realizar todas as etapas da bibliometria.

As inscrições para o curso ocorrem até o dia 16 de julho de 2018, de duas formas: online através do site www.vanzolini.org.br; presencialmente na Fundação Vanzolini, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h (Endereços: Avenida Paulista, 967 - 3o andar - Bela Vista – SP; ou Avenida Professor Almeida Prado, 531 - Cidade Universitária – SP). Para o processo de seleção, são necessários o preenchimento da ficha de inscrição e a apresentação do Curriculum Vitae. Haverá uma análise curricular prévia para mensurar se o estudante está apto a realizar o curso, principalmente para alunos de graduação. O investimento é de R$ 370,00.

Última atualização em Sex, 27 de Abril de 2018 14:39
 

Escola Politécnica da USP elege comissões permanentes para gestão 2018-2020

A Congregação da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) escolheu, em sessão realizada no dia 26 de abril de 2018, os representantes das Comissões de Graduação, Pós-Graduação, Pesquisa e Cultura e Extensão, as comissões permanentes que compõem os órgãos administrativos da universidade, segundo o Artigo 44 do Estatuto da USP. O mandato começa no dia 30 de abril de 2018, e vai até 29 de abril de 2020. Serão divulgadas, em breve, entrevistas com os representantes das comissões, realizadas pela equipe de comunicação da Escola.

A chapa eleita para presidir a Comissão de Graduação é composta pelos professores Fábio Gagliardi Cozman, para presidente, e Antonio Carlos Seabra, para vice-presidente. O programa de gestão da chapa pode ser acessado no link. Cabe a esta comissão traçar diretrizes e zelar pela execução dos programas determinados pela estrutura curricular. Acesse aqui as propostas dos candidatos eleitos.

A Comissão de Pós-Graduação eleita é composta pelos professores Raúl González Lima, presidente, e Galo Antonio Carrillo Le Roux, vice-presidente. Cabe à esta comissão traçar as diretrizes e zelar pela execução dos programas de pós-graduação, bem como coordenar as atividades didático-científicas pertinentes, no âmbito da Unidade. O programa de gestão pode ser acessado aqui.

A Comissão de Pesquisa será composta pelos docentes Gilberto Francisco Martha de Souza, presidente, e Jaime Simão Sichman, vice-presidente. Compete a esta comissão traçar as diretrizes, fomentar e zelar pela execução dos programas de pesquisa, propor normas para ordenação de atividades de pesquisa de interesse geral para a Escola Politécnica, entre outras descritas no regimento da unidade. O programa de gestão da Comissão de Pesquisa pode ser acessado aqui.

A Comissão de Cultura e Extensão passa a ser presidida pelo professor Carlos Eduardo Cugnasca, com o Paulo Carlos Kaminski, vice-presidente. A Comissão tem o papel de traçar as diretrizes, fomentar e zelar pela execução dos programas de cultura e extensão universitária, analisar e encaminhar para aprovação os contratos e convênios relacionados à área, propor à Congregação os programas de cultura e extensão da Escola, entre outras funções. As propostas da chapa eleita podem ser acessadas aqui.

 


Página 2 de 24