Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Mais de 130 prêmios distribuídos em cerimônia da Febrace

Mais de 130 prêmios distribuídos em cerimônia da Febrace

Alunos finalistas do Brasil inteiro concorreram a certificados, medalhas, troféus, tablets e credenciais para feiras científicas nacionais e internacionais.

Alunos e professores finalistas da 15ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) compareceram ao auditório do Centro de Difusão Internacional da Universidade de São Paulo (CDI-USP) na última sexta-feira (24/03), para a cerimônia de premiação dos melhores projetos expostos na Feira em 2017. A casa, cuja lotação máxima é de aproximadamente 850 pessoas, estava cheia.

O evento foi aberto pela professora da Escola Politécnica da USP (Poli-USP) Roseli de Deus Lopes, idealizadora e atual coordenadora da Febrace. Ela começou a sua fala citando a importância da mostra na formação de cientistas brasileiros, e elogiou os finalistas. “O nosso intuito é ver esses alunos em altos cargos e utilizando o método científico em suas vidas”, afirmou.

Os prêmios, cujos ganhadores podem ser conferidos aqui e aqui, foram apresentados pelo casal Iberê Thenório e Mari Fulfaro, donos do canal no Youtube Manual do Mundo. A cerimônia foi dividida em duas etapas. Na primeira parte, as seguintes instituições distribuíram seus prêmios: Agência USP de Inovação (Auspin), Instituto de Física da USP (IFUSP), Museu Paulista da USP (MP-USP), Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq), Sociedade Brasileira de Microbiologia (SBM), Editora da USP (Adusp), Revista ECO21, Revista InCiência, Grupo de Estudos de Gêniero da Poli (PoliGen), Associação Brasileira de Iniciação Científica, Associação Brasileira de Incentivo à Tecnologia e Ciência (ABRITEC), UNESCO e o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (ISITEC). Os apresentadores também decidiram seu projeto favorito e o anunciaram no palco. A parte inicial da cerimônia terminou com a revelação da equipe escolhida pelos visitantes da Feira, no Prêmio Organização Popular.

Dando continuidade, Marinalva Cruz, da Secretaria Municipal das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo, discursou. “É muito gratificante participar de um evento como esse, pois só iremos transformar o mundo com a educação”, defendeu. Ela ainda elogiou o fato de a cerimônia possuir um tradutor de Libras. A próxima a falar foi a professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) Helena Nader. Ela contou um pouco da história da associação, que possui o objetivo de “unir todas as ciências em um único pensamento”.

O Prêmio Professor Destaque foi anunciado em seguida. Dentre os 45 docentes orientadores inscritos, 15 foram chamados ao palco para a divulgação do ganhador. Quem levou o prêmio foi Sandra Seleri, da Escola Estadual de Ensino Médio Elisa Tramontina, no Rio Grande do Sul. Ela montou, no colégio, a disciplina Seminário Integrado, em que trabalha com pesquisas e orientações para feiras científicas, e já chegou a orientar mais de 50 alunos em um só ano.

A Marinha do Brasil, a Defesa Civil do Estado de São Paulo, o Programa Poli Cidadã, a Associação dos Engenheiros Politécnicos, o Centro Paula Souza e as empresas Samsumg, Programaê, Instituto 3M e Faber Castell também  premiaram projetos destaque em diversas categorias. Depois foi a vez da premiação da organização da Febrace, quando foram nomeados os melhores projetos das diferentes áreas (Engenharia, Ciências Agrárias, Biológicas Exatas e da Terra, Humanas, da Saúde e Sociais e Aplicadas).

O evento terminou com a entrega dos prêmios concedidos pelos organizadores de feiras científicas do Brasil e de outros países aos participantes da Febrace. Os grupos escolhidos levavam para casa credenciais para participar das feiras, algumas com hospedagem e alimentação inclusas. Portugal, Israel e EUA foram alguns dos destinos que os estudantes irão visitar e expor os trabalhos.

Confira no Flickr da Poli as fotos da cerimônia de premiação da Febrace.

(Amanda Panteri)